quinta-feira, 20 de maio de 2010

Muito além do xaxim

Reportagens


Muito além do xaxim por Manoel de Souza



Os orquidófilos Erwin Bohnke e Rogério Atanázio dão algumas dicas para usar melhor os substratos alternativos. E não esqueça. Se você usar um destes substratos, mande-nos sua opinião dizendo como suas orquídeas se comportaram. Para saber os prós e os contras de 15 diferentes, publicados na edição 182 da Revista Natureza (março de 2003).



Casca de pinus

Dica: vai muito bem quando é misturado com carvão vegetal ou pedriscos, principalmente no cultivo de cimbidiuns






Carvão vegetal

Dica: Muitos orquidários estão usando carvão misturado com casca de madeira moída com excelentes resultados.





Pedaços de ardósia

Dica: coloque duas pedras numa posição de "v" e coloque a orquídea no meio delas. Complete o recipiente com terra vegetal



Pedras brita e dolomita

Dica: se for usado um vaso raso, é possível diminuir a quantidade das pedras e consequentemente o peso







Caquinhos de barro

Dica: antes de usar, deixe mergulhado numa solução de NPK 30-10-10 (uma colher por litro) durante 12 horas. Com isso, os caquinhos ficarão encharcados de adubo e soltaram aos poucos os nutrientes para a planta



Nó-de-pinho

Dica: plante a orquídea na parte de cima do gomo




Casca de peroba

Dica: quando plantar em casca de peroba (ou outra árvore) coloque-a de tal forma que a placa fique inclinada e não totalmente na vertical.



Caroço de açaí

Dica: Antes de utilizar, lave bem para tirar o pó e ferva durante 10 minutos para evitar que o embrião germine





Coco desfibrado

Dica: é substrato mais facilmente encontrado em lojas atualmente. É possível até preparar em casa o coco desfibrado. Basta pegar um coco seco, deixá-lo encharcado na água e depois desfibrá-lo manualmente.





Fibra de coco prensada

Dica: muitas orquídeas, como as vandas, vão bem quando plantadas em cubinhos de fibra prensada nos cachepôs de madeira. Para eliminar o excesso de tanino antes de usar, o fabricante do coxim recomenda a imersão em água por quatro dias para os vasos, por oito dias para os cubos e tiras e, por 15 dias para as placas e bastões



Tutor vivo

Dica: evite colocar a orquídea numa forquilha dos galhos, pois esta área acumula folhas e excesso de umidade que podem prejudicar a planta




Casca da cajazeira

Dica: é a casca que dá melhor resultado com plantas de pequeno porte como as micro-orquídeas



Casca de sambaíba

Dica: colocar a casca sempre em posição vertical no vaso. Isso aumenta a drenagem e ajuda no desenvolvimento das raízes da planta

4 comentários:

leila disse...

tenho uma samanbaia de metro mas as folhas naõ crece , só crece folhas fina o que devo fazer que adulbo posso uzar meu hotmail é leila. ramalho1@hotmail muito obrigado

Anônimo disse...

Olá.tudo bem? Estou com uma samambaia chorona em casa, e ela começou a ficar com folhas nem um tom amarronzado, e meio que sem vida, oq eu devo fazer? Desde já agradeço!

Eloisa Yamamoto disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eloisa Yamamoto disse...

Como eu faço pra responder enviar uma foto das plantas